Em busca da felicidade: renovação parlamentar municipal (2004-2016)
Author
Alves, Suzana; Silva, Denisson; Paranhos, Ranulfo; Silva Júnior, José Alexandre da; Nascimento, Wilber
Publisher
E-Legis - Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação da Câmara dos Deputados
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-identifier-issn
2175.0688
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-isversionof
2018
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-ispartof
E-Legis - Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação da Câmara dos Deputados
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-citation
E-legis, Brasília, n. 27, p. 76-96, set./dez. 2018
Abstract
Qual é a taxa de renovação parlamentar nos municípios brasileiros? O objetivo deste artigo é analisar a distribuição da renovação dos vereadores no Brasil para as Eleições de 2004, 2008, 2012 e 2016. Metodologicamente, analisamos três medidas de renovação parlamentar: (1) compulsória, (2) bruta e (3) líquida. Utilizamos estatística descritiva para tratar um banco de dados sistematizado a partir de informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os resultados indicam que: (1) a renovação líquida média anual é abaixo dos (9%); (2) em geral, a renovação líquida é maior em municípios acima de 50 mil eleitores, significando que os incumbents são mais derrotados nessas circunscrições; (3) as taxas de renovações bruta e compulsória têm uma média de 60%; (4) o Nordeste apresenta a menor média de taxa de renovação (bruta = 57%, compulsória = 55,43% e líquida = 3,8%).
Subject
Brasil
renovação parlamentar
eleições municipais
vereadores
Date
09/2018

Show full item record Show simple item record



Files in this item

Name: Size: Format: Visualização
Busca_felicidade_Nascimento.pdf 677.1Kb Adobe/PDF Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Ver coleção por

My Account

Discovery