Jornalismo e indivibilidade do conflito ambiental no caso da CMPC celulose riograndense.
Author
Moraes, Cláudia Herte de; Fante, Eliege Maria
Publisher
Câmara dos Deputados, Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-isversionof
2020
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-ispartofseries
E-legis, Brasília, n. 31, p. 110-129, jan./abr. 2020
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-ispartof
E-Legis - Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação da Câmara dos Deputados
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-citation
E-Legis - Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação da Câmara dos Deputados
Abstract
Apresentar uma reflexão sobre a (in) visibilidade do conflito ambiental decorrente da quadruplicação da unidade da empresa CMPC Celulose Riograndense, em Guaíba/RS. A busca nos sites dos dois maiores jornais do Rio Grande do Sul indicou a publicação de apenas uma notícia sobre a pauta pelo Correio do Povo e nenhuma pelo Zero Hora, não obstante tenhamos identificado valores-notícia segundo Silva (2014). O período da análise contemplou o segundo ano após a quadruplicação (maio de 2016 a maio de 2017) quando a poluição (forte mau odor e barulho alto e ininterrupto, principalmente) emitida pela mesma ultrapassou os limites legais.
Subject
Conflito ambiental
Celulose e papel
Date
01/2020

Show full item record Show simple item record



Files in this item

Name: Size: Format: Visualização
Jornalismo_indivisibilidade_Moraes.pdf 456.4Kb Adobe/PDF Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Ver coleção por

My Account

Discovery