Sistema seguro de votação eletrônica multi-células
Author
Costa, Regivaldo Gomes
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-advisor
Santin, Altair Olivo
Abstract
Em uso desde a Grécia antiga e atualmente massificado na maioria dos países do mundo, o sistema de votação tradicional baseado em cédulas de papel possui diversos problemas associados à segurança, tais como dificuldades para evitar coerção do eleitor, venda do voto e substituição fraudulenta do eleitor. Além de problemas de usabilidade que acarretam erros de preenchimento da cédula e um processo de apuração lento, que pode durar dias. Ao lado disso, o sistema tradicional não fornece a contraprova do voto, que permite ao eleitor conferir se o seu voto foi corretamente contabilizado na apuração. Inicialmente acreditou-se que a informatização do sistema de votação resolveria todos os problemas do sistema tradicional. Porém, com a sua implantação em alguns países o sistema de votação eletrônica não mostrou-se capaz de fornecer garantias irrefutáveis que não tivesse sido alvo de alterações fraudulentas durante o seu desenvolvimento ou operação. A má reputação do sistema eletrônico está principalmente associada à falta de transparência dos processos que, em sua maioria, não proporcionam a materialização do voto, conferido pelo eleitor para fins de contagem manual, e nem geram evidências (contraprova) da correta contabilização do voto do eleitor. O objetivo deste trabalho é propor uma arquitetura de votação eletrônica que integra, de forma segura, o anonimato e autenticidade do votante, a confidencialidade e integridade do voto/sistema. O sistema aumenta a usabilidade do esquema de votação baseado em "Três Cédulas" de papel, implementando-o computacionalmente. O esquema oferece maior credibilidade ao sistema de votação através da materialização e contraprova do voto, resistência à coerção e ao comércio do voto. Utilizando esquemas de criptografia assimétrica e segurança computacional clássica, associado a um sistema de auditoria eficiente, a proposta garante segurança e transparência nos processos envolvidos. A arquitetura de construção modular distribui a responsabilidade entre suas entidades, agregando-lhe robustez e viabilizando eleições em grande escala. O protótipo do sistema desenvolvido usando serviços web e Election Markup Language mostra a viabilidade da proposta.Being used since the old Greece, and currently seeing massive adoption in the majority of the countries in the world, the traditional ballots of paper-based voting systems has many problems related to security, such as difficulty to avoid coercion of voters, vote trade and voters impersonation. Besides usability problems that cause errors when filling the ballot and a slow tallying process, which can take several days. Also, the traditional system does not provide a vote receipt which would allow the voters to know if their vote has been taken into account correctly on the tallying process. Initially, it was believed that computerization of voting systems would solve all the problems of the traditional system. However, the deployment of electronic voting systems in some countries was not able to provide irrefutable guarantees that the system was not compromised during its development or operation. The bad reputation of electronic systems is mostly associated to the lack of transparency of processes, which, in its majority, do not propose the materialization of vote, given to the voter on purpose of manual recounting and to generate evidence (receipt) of correct accounting of the voters¿ vote. The aim of this work is to propose architecture for electronic voting that integrates, in a secure way, the anonymity and authenticity of the voter, and the confidentiality and integrity of the vote. The system increases the usability of the Three-Ballot paper-based voting system, implementing it computationally. This scheme offers greater credibility to the voting system through the vote materialization and receipt, resistance to coercion and vote trading. Using schemes for asymmetric cryptography and classic computational security associated to an efficient auditing system, the proposal guarantees security and transparency to the election processes. The modularized construction of the architecture distributes the responsibility among its entities, strengthening and enabling its use for large scale elections. The prototype system developed using Web Services and Election Markup Language shows the proposal's viability.
Subject
Voto eletrônico, segurança, Brasil
Sistema eleitoral, Brasil
Justiça eleitoral, Brasil
Eleição, Brasil
Voto, Brasil
Fraude eleitoral, Brasil
Description
Monografia (especialização) -- Curso de Governança em Tecnologia da Informação, Pontifícia Universidade Católica do Paraná , (PUCPR) 2008.
Date
2008

Show full item record Show simple item record



Files in this item

Name: Size: Format: Visualização
sistema_seguro_costa.pdf 2.735Mb Adobe/PDF Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Ver coleção por

My Account

Discovery