Iracema
Author
Alencar, José de
Publisher
Câmara dos Deputados, Edições Câmara
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-isversionof
2019
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-ispartofseries
Série Prazer de Ler
Abstract
Se, simbolicamente, Iracema representa o nosso país antes da chegada dos colonizadores, é possível constatar nesse retrato o intenso nacionalismo que paira sobre a escrita de José de Alencar. A harmonia e a pureza intocáveis de Iracema apontam-nos para o retrato idealizado de nossa nação – uma espécie de paraíso, também ainda virgem, intocado –, mas cuja perfeição será destruída com a chegada do europeu. Destaca-se, nesse retrato nacionalista, a exuberância de nossas paisagens, que recebem forte impregnação poética, e de nossos primitivos habitantes, bem como a relação de estranhamento e fascínio que se estabeleceu no encontro das duas raças. Chama-nos a atenção nesse romance a linguagem utilizada por Alencar. Considerando que seu intento era a criação de uma língua brasileira – autônoma e independente dos padrões da língua colonizadora – compreendemos JOSÉ DE ALENCAR • 11 • o vocabulário a que recorre na construção do romance. Fiel às nossas tradições, o autor se vale de termos indígenas, desejoso de, dessa forma, criar uma língua própria para nosso país. Nesse aspecto, o autor foi também desbravador: um inovador da linguagem literária e um dos responsáveis pelo abrasileiramento da nossa literatura por meio de um gênero que ainda engatinhava em solos brasileiros: o romance. Iracema, conforme a leitura poderá comprovar, é uma obra que resgata nossas origens e nos convida a conhecer um período literário essencial para a construção do que hoje denominamos Literatura Brasileira.
Subject
Literatura
Personagens
Brasil
Description
Prefácio de Diana Navas3ª edição
Date
2019

Show full item record Show simple item record



Files in this item

Name: Size: Format: Visualização
Iracema_3ed_Alencar.pdf 1.952Mb Adobe/PDF Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)